CEOPS
Artigos do CEOPS

Aqui estão disponibilizados os artigos publicados pelo CEOPS:

DocumentosAdicionado em

Ordenar por : Nome | Data | Acessos | [ Ascendente ]
file icon Métodos-Controle-Cheias-1999popular!Tooltip 11/08/2010 Acessos: 28912

MEDIDAS DE CONTROLE  DE CHEIAS  E  EROSÕES
  Ademar Cordero; Péricles Alves Medeiros; Albanella Leon Teran

RESUMO -- A intenção deste trabalho é apresentar, de uma forma sucinta, as principais medidas para o controle de cheias e erosões existente na literatura. Os problemas das enchentes e das erosões são de ordem mundial. De uma forma geral tais medidas podem ser do tipo estrutural e não-estrutural. Seria ingenuidade do homem imaginar que poderia eliminar completamente as mesmas de uma bacia hidrográfica, assim tais medidas sempre visam minimizar as suas conseqüências. A forma moderna atual de buscar a minimização das cheias e das erosões é aquela que leva em consideração um conjunto de  medidas, tanto para as cheias como para as erosões, pois as mesmas na maioria das vezes estão interrelacionadas. Desta forma a busca das medidas para a minimização das cheias e erosões, além de levar em consideração as medidas da engenharia hidráulica tradicional necessita levar em consideração também a sitematização hidráulico-florestal.

Estudo da relação entre precipitações e deslizamentos em áreas de risco em
Blumenau – SC

Riekmann, C. G.; Pinheiro, A.; Tachini, M.

Resumo - Este trabalho apresenta um estudo da distribuição e intensidade de precipitações e sua relação com deslizamentos em áreas de risco no município de Blumenau – SC. Foram coletados os eventos com registros de ocorrências de deslizamentos, no período compreendido entre 1990 e 2003, junto à Superintendência de Defesa Civil do município. A partir desses registros, foram coletadas as séries pluviométricas, das estações existentes na região de interesse. Foram estudadas as freqüências temporais e espaciais, assim como as correlações entre as precipitações acumuladas até sete dias anteriores à ocorrência, e a precipitação do dia da ocorrência. Com estas correlações foram encontrados modelos que permitem a previsão da ocorrência de deslizamento em áreas de risco associadas à ocorrência de precipitações intensas e prolongadas.

file icon Precipitação XVIII-ABRH-2009popular!Tooltip 11/08/2010 Acessos: 9086

ESTUDO DA PRECIPITAÇÃO MÁXIMA DIÁRIA PARA BLUMENAU-SC  
E O EVENTO DE NOVEMBRO DE 2008  
Ademar Cordero; Dirceu Luis Severo; Hélio dos Santos Silva; Mário Tachini; Péricles Alves Medeiros


RESUMO ---  O presente trabalho apresenta um estudo estatístico das precipitações máximas diárias para Blumenau (SC), com enfoque maior na análise da precipitação registrada no evento extremo ocorrido em novembro de 2008, uma vez que esta superou em muito toda a série histórica existente.  A análise compreendeu a série de dados diários de precipitações acumuladas de 24 em 24 horas correspondente ao período de 1944 a 2008. A máxima precipitação diária para esse período, excluindo o evento de 2008 foi de 159,5mm. Nesse evento foi registrada uma precipitação diária de 250,9mm e em 48 horas foi registrada uma precipitação acumulada de 494,4 mm. A análise da série de precipitações máximas diárias pelo método de Gumbel, mostrou um período de retorno de cerca de 1000 anos.

file icon Estatistica-Gaspar-2007popular!Tooltip 11/08/2010 Acessos: 8415

PREVISÃO DE ENCHENTES DO RIO ITAJAÍ-AÇU EM GASPAR

Ademar Cordero; Rodrigo Altoff;  Péricles Alves Medeiros


RESUMO --- O presente trabalho apresenta um estudo estatístico das cheias máximas do rio Itajaí-Açu na cidade de Gaspar. Para  isto,  inicialmente foram  levantados  todos os registros existentes de níveis do  rio  Itajaí-Açu na cidade de Gaspar. Destes  registros,  foram  selecionados  somente os de maior amplitude, acima de um valor base. Para aumentar a série das enchentes máximas em Gaspar, foi   utilizado  também os dados das enchentes máximas  registradas em Blumenau, através de uma correlação. Assim foi formada a série histórica das enchentes máximas na cidade de Gaspar.  Com esta  série  foi  feita  a previsão das  enchentes do  rio  Itajaí-Açu na  cidade  de Gaspar, para diversos períodos de retorno, utilizando para isto o método de Gumbel. O conhecimento destas enchentes é muito  importante  como  subsídios  para  os  órgãos  públicos  e  para  os  habitantes  da  cidade,  pois  permite  dar  suporte  a  projetos  de  controle  de  cheias,  projetos  de  obras  de  arte,  traçado  de  carta enchente, para o planejamento do desenvolvimento e expansão da cidade.

file icon TCC2009-2-07-VF-GelsonSdaSilvapopular!Tooltip 11/08/2010 Acessos: 6872

SISTEMA DE INFORMAÇÕES PARA APOIAR O SISTEMA
DE ALERTA DA BACIA DO ITAJAÍ

GELSON SANTOS DA SILVA

Trabalho de Conclusão de Curso submetido à
Universidade Regional de Blumenau para a
obtenção dos créditos na disciplina Trabalho
de Conclusão de Curso II do curso de Sistemas
de Informação — Bacharelado.
Prof. Wilson Pedro Carli - Orientador


RESUMO --O trabalho presente tem por objetivo a apresentação de um sistema voltado para o processo de disponibilização de dados das estações telemétricas, coletados pelo Centro de Operação do Sistema de Alerta (CEOPS). A central se encontra instalada nas dependências da Universidade Regional de Blumenau (FURB). Estes dados são apresentados em uma página web utilizando-se do acesso a banco de dados e processados, visualizados em forma gráfica ou textual. Estes dados servem de subsídio para a tomada de decisão de especialistas em previsão de enchentes no vale do Itajaí. O sistema baseia-se em um Sistema de Apoio à Decisão que utiliza informações coletadas em intervalos de uma hora nas estações telemétricas ao longo da bacia do rio Itajaí-Açu para a geração e manipulação da informação. Este sistema utiliza-se de uma tecnologia para a apresentação das informações, que é a API Google Maps.

Página 1 de 4